sábado, 28 de fevereiro de 2009

A despedida


Hoje, eu olhei pra você! Mais dessa vez olhei de uma maneira diferente, tão diferente que me assustei com o que eu senti.
Eu olhei, olhei concentradamente para você e vi lembranças, vi minha vida se passando em você, revivi momentos inesquecíveis e inexplicáveis.
Com uma música qualquer ao fundo e uma solidão incalculável, eu te olhei, não pela última vez mais como se fosse.
Senti uma saudade, uma coisa que não é muito normal nem comum. Eu senti saudade de você! E pensar que agora meu acesso era restrito a sua entrada! Como você ficava distante, cada vez mais distante.
Uma ansiedade, um certo desespero tomou conta de mim de uma forma. Segurei as lágrimas, fundo e forte. Não deu pra resistir. Hoje eu chorei por você!
E nem sei porque! Mas eu chorei, me senti melhor depois, mais ainda assim eu sabia que isso só aumentaria e pioraria a cada segundo da minha vida dali por diante.
Quando eu passava meus pequenos e aflitos olhos por toda a sua estrutura, sabe, a cada pedacinho que eu avistava eu lembrava de mim. Eu me vi em você! Lembrei-me de nosso primeiro encontro, as lágrimas pelo sonho que estava realizando, pude perceber então que já estava realizado e senti, senti com muita força que durante todo o processo esqueci-me que era um sonho, mas agora tudo fazia sentido. O sonho já havia realizado completamente e agora meus sonhos eram outros.
Será que um dia eu te esquecerei? Eu não quero me esquecer de você! E sinceramente não vou, tenho certeza.
Lembrei-me também de todos os momentos lindos e tristes que passei. Das infinitas pichações duplamente criminosas. Das eternas amizades, dos frutos plantados e colhidos, do amor demonstrado espontaneamente. Cheguei a uma conclusão. Eu só passei com você!Eu só tenho a te agradecer!
Revivi empolgantes fugas, tombos extraordinários, pessoas misteriosas, estranhos sermões. Ai! Lembranças voltaram a minha mente e fizeram um enorme turbilhão de pensamentos.
Foi então, que eu me virei. Eu me voltei contra você! E foi maravilhoso. A sensação de estar de volta ao planeta. Avistei uma paisagem singular, árvores, campos, montes, pessoas. Ao fundo o som de carros, buzinas, eternos ruídos da globalização. Foi aí que eu percebi. Eu tenho paz com você!
Virei-me novamente para você. Parecia-me um palácio, um monte, talvez um gigante protetor. Eu me sinto seguro com você!
Senti-me seguro, me senti homem, e pensar que quando te conheci eu não passava de uma criança inocente. Eu cresci em você!
E eu sei o quanto você foi e é importante pra mim. Eu tomei as proporções de você!
Definitivamente, olhando sem piscar para seus altos portões. Eu vi em questão de segundos, os três anos que eu passei em você. Eu vivi em você!
E hoje eu vou embora grato, apesar de todos os pesares, muito, mais muito obrigado mesmo ETPC!

3 comentários:

Rosanei disse...

must....mt mara
vc é oconcur
big beijo

Tássila Maia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tássila Maia disse...

ai gui...
só a gente sabe o que é esta coisa azul!!
huashaus
saudade mesmooo
aprendemos a ser gente lah!

um bjaoo!